Hoje é

terça-feira, 29 de março de 2011

O DISTRITO DE FÁTIMA - PERNAMBUCO

ORIGENS E EVOLUÇÃO HISTÓRICA


José Ozildo dos Santos

O
 povoado, núcleo inicial da futura cidade de Fátima, teve início na década de 1930. Na época, Primo Guerra e Dário Gomes convidaram o padre Frederico Maciel, vigário de Carnaíba, para celebrar uma missa na Capela do Sítio Oiti. Após a celebração, o referido sacerdote – que se encontrava na residência de Primo - vendo a planície, que se descortinava em seu redor e reconhecendo a potencialidade agrícola da região, incentivou os presentes para aqui fundarem um povoado, sugestão que foi acatada por todos.

Capela de Nossa Senhora de Fátima

 Primo Guerra e Dário Gomes, que abraçaram a causa, passaram a divulgar a idéia junto aos moradores da região. O padre Frederico, sempre solicito, após autorizado por seu diocesano, benzeu a pedra fundamental para construção da Capela dedicada à Nossa Senhora de Fátima, assinalando, assim, a fundação do povoado.
 Ao redor da referida capela, surgiram as primeiras casas, tendo sido o senhor Primo Guerra o primeiro morador da futura cidade de Fátima. Posteriormente, João Filinto Neto, Zeca Zuza, Antônio de Chico, Luís Silva, Zacarias Barbalho, José Antônio Barbalho, Jose Lôlo, Sérgio Cota e Pedro Estevão, seguindo o exemplo de Primo Guerra, construíram suas casas de morada no nascente povoado, tornando-se seus moradores e contribuindo para o progresso local.

Praça Primo Guerra

 Em pouco tempo, a localidade adquiriu delineamento urbano. Algumas casas de comércio foram instaladas no povoado, que logo cedo tornou-se um ponto de convergência para os moradores da região.
 A fertilidade do solo e a existência de água em abundância foram condições naturais que também favoreceram o desenvolvimento da povoação de Fátima, que no dia 2 de novembro de 1948, realizou a primeira feira, fruto da iniciativa conjunta dos senhores Dário Gomes e Primo Guerra, legítimos fundadores da localidade.
 Naquele mesmo dia, o padre João Amâncio de Araújo Lima, vigário de Flores, celebrou também uma missa na localidade, fato que contribuiu para movimentar a feira e estimular a vinda de muitos moradores dos sítios circunvizinhos. Ainda no final da década de 1940, a florescente povoação de Fátima ganhou uma escola de instrução primária. 

Trecho da Rua Nossa Senhora de Fátima

 O Distrito de Fátima foi criado pela Lei Municipal nº 641, de 18 de fevereiro de 1992. Entre os filhos ilustre de Fátima, podemos citar o Dr. Isaac Pereira, bacharel pela Faculdade de Direito do Recife, ex-secretário de Justiça do Estado e professor catedrático da Universidade Federal de Pernambuco.

Artigo publicado n'O INFORMATO', o primeiro informativo da futura cidade de Fátima, Ano I, nº 1, Distrito de Fátima (Flores-PE), sexta-feira, 21 de janeiro de 2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

GOSTOU? COMPARTILHE!

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More